O diretor de Saúde e Rede de Atendimento, Wiliam Mendes de Oliveira, fala das prioridades no cuidado dos benefícios e dos ganhos com a adesão à estratégia Saúde da Família.

A ampliação do número de participantes cadastrados na Estratégia Saúde da Família (ESF) está entre as prioridades da CASSI, segundo o diretor de Saúde e Rede de Atendimento, William Mendes de Oliveira. Em entrevista ao Jornal CASSI, ele diz que os assistidos vinculados à ESF apresentam uma despesa per capita até 30% menor com o atendimento na rede credenciada, quando comparado aos beneficiários não cadastrados. Os números são resultado de estudo realizado pela Diretoria de Saúde, que analisou participantes por grau de complexidade. William anuncia ainda a criação da rede referenciada e as novidades do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) dos funcionários do Banco do Brasil.

            De acordo com dados divulgados pela  ANFIP - Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil, que anualmente divulga informações relativas à  Seguridade Social,  não existe déficit, pelo contrário, ocorreram sucessivos superávits previdenciários nos últimos anos, ao contrário do que divulga o governo na tentativa de defesa da PEC  nº 287/2016 que trata da reforma previdenciária.

Na mesma linha de desmonte da previdência pública, no que diz respeito à previdência complementar, principalmente às entidades fechadas, os chamados fundos de pensão, o objetivo é também de repasse dos recursos deste sistema para os bancos e seguradoras. Para justificar a medida e cooptar a opinião pública a seu favor, primeiramente, setores do governo iniciaram uma campanha de mídia sem precedentes de desmonte do setor, por meio da desqualificação e desmoralização dos gestores dessas entidades. 

               Aconteceu ontem (18/05) a Assembleia Geral Ordinária para aprovação de contas da FAABB-Federação das Associações de Aposentados e Pensionistas do Banco do Brasil, na sede campestre da AAFBB-Associação dos Aposentados e Funcionários do Banco do Brasil, em Xerém (RJ), onde tradicionalmente é realizada. Representantes de entidades de aposentados do Banco do Brasil presentes ao encontro aprovaram por unanimidade as contas de 2016.

 

          A previdência é um relevante mecanismo de proteção social. Essa premissa, porém, já não mais se aplica aos trabalhadores chilenos, que hoje amargam o impacto da reforma da previdência daquele país, imposta pelo ditador Augusto Pinochet, em 1981. Naquele ano a previdência pública foi extinta e a previdência privada, gerenciada pelos bancos, passou a ser obrigatória para todos.

Mais Artigos...