CASSI é tema de debate no Complexo São João

Ultimas Noticias
Tipografia

Evento promovido pela Cipa local reuniu conselheiros contrários e favoráveis à proposta do Banco do Brasil para a Caixa de Assistência que passará por consulta junto aos associados da ativa e aposentados - Por Jair Rosa

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) do Complexo São João do Banco do Brasil promoveu debate sobre a proposta “BB/CASSI” reunindo o Conselheiro Fiscal eleito, Ângelo Argondizzi, e o Conselheiro Deliberativo eleito, Sérgio Faraco. O debate ocorreu na tarde desta quinta-feira, 16 de agosto, no Salão Nobre do complexo. 

A proposta “BB/Cassi”, apresentada pelo Banco do Brasil, foi aprovada pelo Conselho Deliberativo da Caixa de Assistência em reunião realizada em 1º de agosto. Como implica em alterações estatutárias, a proposta terá agora de passar por consulta junto aos associados da ativa, aposentados e pensionistas que – em período ainda não divulgado – deverão opinar pelo Não à proposta ou pelo Sim.

DEBA CAS DENTROSandra Miranda, Juliana Donato, Ângelo Argondizi, Adelmo e Faraco;  e a platéia que assistiu ao debate no prédio da Ag. Centro do BB

Ângelo Argondizzi apresentou argumentos e defendeu que os associados rejeitem a proposta do BB, assinalando o Não quando forem chamados à consulta. Ele denunciou que houve uma mudança na correlação de forças dentro da Cassi, após as últimas eleições, e que a direção da empresa esta se aproveitando disto para tentar conduzir o processo a toque de caixa. “O diretor eleito Humberto, em seu voto no Conselho Deliberativo, ressaltou que o documento do Banco era longo e complexo e que demandaria mais tempo para discussão. Mesmo assim ele foi aprovado”, disse. “O Banco tem de fazer novos aportes à Cassi, até que seja construída uma proposta ao condizente a todos. O voto no Não, não é o Não pelo Não, é pela manutenção da Cassi.”

Já Sérgio Faraco, defensor do voto no Sim, afirmou, em linhas gerais, que muitas das alterações são para que a Cassi se adeque às determinações da Resolução 23 da CGPAR. Ele afirmou ainda que a elaboração da proposta teve participação direta de técnicos e médicos da Cassi e foi enfático ao afirmar que a Cassi está num estado de insolvência financeira. “Se não houver a aprovação da proposta, a ANS (Agência Nacional de Saúde) poderá intervir a qualquer momento. E se houver essa intervenção da ANS, como já ocorreu em outros planos, o órgão pode até vir a decretar a liquidação da Cassi.”

O diretor da AFABB-SP e integrante do Conselho de Usuários da Cassi, Adelmo Vianna, também criticou a forma apressada como o Banco do Brasil está querendo conduzir as discussões sobre a Cassi. Ele reforçou a necessidade de se retomar o processo de negociação para que seja construída proposta que seja viável aos associados, para o Banco e que garanta a sustentabilidade da Caixa de Assistência.

No decorrer do debate ocorreram diversas intervenções de colegas que, na grande maioria, posicionaram-se contrariamente à proposta do BB, criticando os diversos danos que a mudança no estatuto implicará no  que diz respeito à governança, fim da paridade, custo maior aos associados por meio de cobrança do coparticipação, entre outros.

 

Leia mais:

Não ao novo Estatuto da Cassi

http://www.afabbsp.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=937:nao-ao-novo-estatuto&catid=74&Itemid=249

ANABB quer ajuizar ação contra CGPAR

http://www.afabbsp.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=942:falta-muito-pouco-para-ajuizarmos-acao-contra-a-cgpar-23&catid=74&Itemid=249

Boletim CASSI URGENTE

http://www.afabbsp.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=935:boletim-cassi-urgente-27-de-julho-2018&catid=74&Itemid=249

Manifesto das entidades de São Paulo em defesa da Cassi

http://www.afabbsp.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=926:manifesto-das-entidades-de-sao-paulo-em-defesa-da-cassi&catid=74&Itemid=249

 

....................................