Palestra CliniCASSI – Alimentação Saudável na Terceira idade

Ultimas Noticias
Tipografia

Você se alimenta bem?  Confira aqui as dicas de uma boa alimentação na terceira idade. 

A AFABB-SP, em parceria com a CliniCASSI,  realizou na última terça-feira, 27/02, uma roda de conversa coordenada pela nutricionista da CASSI-Centro, Mariana Souza Dias Villela, com o suporte da enfermeira Danielly Lima, sobre o tema Alimentação Saudável na Terceira Idade.

As profissionais de saúde apresentaram alternativas alimentares para uma vida melhor, principalmente na Terceira Idade, etapa da vida onde uma boa nutrição tem fator extremamente importante na qualidade de vida e na prevenção de doenças.

PALmioloIM5As profissionais de saúde da CliniCASSI durante o bate papo sobre alimentação saudável 

Um dos temas abordados foi sobre os macronutrientes. Quanto e quando comer carboidratos; consumo de proteínas, suas fontes e quantidades; tipos de gorduras, as “boas” e as “ruins.

Muitos mitos que circulam em redes sociais relacionados à alimentação foram esclarecidos pelas profissionais, entre eles o uso de adoçantes, os níveis de vitamina D, ômega 3, consumo de alimentos com lactose e glúten, entre outros assuntos.

Fonte: CliniCASSI

 

...............

Abaixo destaque para uma lista com 12 pontos importantes para uma boa alimentação:

Alimentação saudável para idosos

  1. Tenha horários de rotina para comer e tente segui-los(café da manhã, almoço, café da tarde e jantar) e, caso necessite de mais, faça outras refeições nos intervalos com alimentos de qualidade.
  2. Escolha um lugar agradável para se alimentar. Ambientes limpos, tranquilos e arejados conferem maior conforto, segurança e autonomia. Impactam positivamente na autoestima, no preparo das refeições e no prazer à mesa.
  3. Desfrute de companhia em suas refeições. A presença de familiares, amigos ou vizinhos na hora das refeições proporciona mais prazer e favorece o apetite. Escolha uma ou mais refeições na semana para estar na companhia de alguém, mantendo a alegria do convívio social com pessoas queridas.
  4. Prefira os alimentos na sua forma mais natural. Diminua o consumo de alimentos ultraprocessados (como biscoitos recheados, guloseimas, ‘salgadinhos’, sopa e macarrão ‘instantâneo’, ‘tempero pronto’, embutidos etc). Eles tendem a conter quantidades elevadas de açúcar, gordura e sal. Quanto mais alimentos verdadeiros (in natura), mais aumenta a qualidade do que está comendo.
  5. Coma devagar e mastigue bem os alimentos. A nossa 5ª dica sobre alimentação saudável para idosos é para degustar como se estivesse descobrindo os alimentos pela primeira vez, sinta os diferentes sabores. Escute sua fome e saciedade, seu apetite e vontades. Respeite os sinais de seu organismo. Se tiver limitações para mastigar e engolir, adapte a forma de preparo, a consistência, a textura, o tamanho dos alimentos e a quantidade ingerida. Moer, ralar, picar em pedaços menores pode ser alternativas viáveis para facilitar o consumo, evitando a recusa da refeição ou mesmo complicações como engasgo ou aspirações.
  6. Inclua frutas, legumes e verduras na sua alimentação. Além de ricos em vitaminas, minerais e fibras, o consumo desses alimentos diminui o risco de várias doenças e auxiliam a função intestinal. Aproveite para comprá-los na safra com menor custo!
  7. Carnes, aves, peixes, ovos, leite e derivados em uma refeição ao dia. Os leites e derivados ajudam no fortalecimento dos ossos. Já as carnes, aves, peixes e os ovos são ricos em proteínas e minerais. Quanto mais variada e colorida for a sua alimentação, mais equilibrada e saborosa ela será.
  8. Óleos, gorduras, açúcar e sal com moderação. Diminua o açúcar e o sal em excesso, substituindo os por temperos naturais (como frutas, cheiro verde, alho, cebola, manjericão, orégano, coentro, alecrim, entre outros). Não precisa restringir alimentos, o segredo é a moderação.
  9. Atente-se a temperatura dos alimentos. Alimentos muito quentes ou muito frios devem ser evitados devido à sensibilidade térmica. Alimentos para ser consumidos frios devem ser retirados da geladeira um pouco antes do momento do consumo. E os quentes, devem estar em temperatura suportável, sem excessos.
  10. Cozinhe e invista na sua alimentação saudável. Ajuda você a comer melhor e ingerir menos alimentos processados. E não precisa ser um chef, só com o básico já melhora a sua saúde. Aproveite para compartilhar suas habilidades culinárias com familiares e amigos. Torna a refeição prazerosa e repleta de felicidade.
  11. Beba água. É a melhor hidratação para seu corpo. Diminua bebidas açucaradas (como refrigerantes e sucos industrializados) e alcoólicas. Aromatizar a água com hortelã ou frutas, como rodelas e cascas de laranja ou limão, é uma boa pedida!
  12. Faça uma lista de compras. É vital para não se esquecer dos ingredientes essenciais para seu jantar e também para evitar comprar mais que o necessário. Se puder também, defina com antecedência o cardápio da semana para garantir a sua satisfação com a alimentação.

           Fonte: Dra. Sophie Deram - https://www.sophiederam.com

           Doutora pela USP e Coach em Nutrição

           ...........

Depois da palestra os participantes comemoraram os aniversários dos meses de janeiro e fevereiro, no salão de eventos no 12o. andar.

PALmiolo2IM1

PALmiolo3IM3Após a palestra houve comemoração dos aniversariantes de janeiro e fevereiro

O mês de março está repleto de atividades voltadas para as mulheres.
Acompanhem nossa programação e participem dos eventos. Não percam!

Informações pelos telefones (11) 3115.3199 e 3199.5199.

Visitem nosso site!